Humorista Canarinho morre aos 86 anos

Morreu na tarde desta sexta-feira, 21 de março, o ator e humorista Canarinho (Aloísio Ferreira Gomes) aos 86 anos. O humorista sofreu um infarto agudo do miocárdio no último domingo, dia 16, e estava internado no Hospital Santana, em Mogi das Cruzes (SP).
Natural de Salvador (BA), Canarinho iniciou sua carreira aos 17 anos e desde então animou os brasileiros com suas passagens pelo rádio, cinema e televisão. Em 1987, Canarinho trouxe a alegria de seu personagem para o humorístico A Praça É Nossa, do SBT, onde completaria 27 anos.

A família irá realizar o desejo do humorista em ser cremado.

Sabe aquele odor vagin@l? Dicas para eliminá-lo urgenteeeeeeeee!!

Nem todo mundo está sofrendo atualmente de odor vagin@l. Mas, creio que a maioria já sentiu aquele odor vagin@l desagradável e que tira nossa paz, nos deixa um pouco sem saber o que fazer, não é verdade? Ainda mais quando estamos em contato íntimo com nosso parceiro, aíiii o negócio num presta mesmo!

Para quem já sofreu ou está sofrendo ou ainda futuramente irá sofrer vamos deixar aqui algumas dicas de como você pode eliminá-lo urgentemente! Mas, tenha em mente que todo o cuidado é pouco, então, algumas causas que esses odores vagin@is surgem é pelo simples fato de você ter uma higiene muito excessiva, de roupas muito apertadas, algumas substâncias encontradas nos produtos de higiene íntimo, um tecido sintético, enfim, alguns detalhes.

Veja agora dicas para evitá-lo urgentemente:

* Evite produtos de higiene íntima perfumados;
* Use roupa interior 100% de algodão, principalmente calcinhas, elas ajudam a retirar esse odor vagin@l desagradável;
* O iogurte vai te ajudar a tirar esse odor, então, consuma-o todos os dias;
* Elimine esse mau cheiro com banho de assento;
* Aplique na região vagin@l o óleo da árvore.
Acima de tudo nada melhor que buscar sua ginecologista para saber o que tem feito para que esse odor vagin@l se instale no seu corpo.

Isso sim é assustador.

Aiiii meu Deus ahsuahsuahsuahsuahsua

Onde fica o puteiro? Pra pegar uns travecos?

CHINÊS SOFRE GRAVE ATROPELAMENTO E SOBREVIVE

O chinês Peng Shuilin, de 37 anos, sobreviveu após ser atropelado por um caminhão que o cortou ao meio. Sua recuperação espanta médicos e cirurgiões do hospital onde ele faz tratamento, assim como sua enorme vontade de viver. Peng, depois do acidente, deve que passar dois anos realizando uma série de operações. Muito além do que apenas se recuperar do grave acidente, Peng seguiu em frente na vida e agora abriu seu próprio negócio de supermercado, chamado Half Man Half Store Price (Mercado do meio homem e do meio preço, em português).

JÁ VIU UM ANIMAL TÃO ESTRANHO? CONFIRA AS FOTOS!

Provavelmente você nunca viu esse animal antes. Ele é conhecido como o porco-do-mar e só pode ser encontrado a mais de 1000 metros de profundidade. Apesar de parecer feio e esquisito, o porco-do-mar tem uma função importantíssima no fundo dos oceanos para o ecossistema marinho: ele é responsável

por comer o lodo do fundo do mar. Quanto a sua estrutura, ele é basicamente um saco d’água com alguns fios, os quais incham e permite que ele use como pernas. O porco-do-mar vive em uma área que não tem nenhum contato com a luminosidade do sol e é muito habilidoso em se camuflar entre outros animais.


Holandês faz filhos 'por caridade' e já teve 98 em 12 anos

Depois que doações anônimas de esperma foram banidas na Holanda, Ed Houben passou a oferecer seus serviços da 'maneira tradicional' pela internet

O holandês Ed Houben tem um passatempo diferente: mantém relações sexuais com dezenas de mulheres que o procuram por seus poderes 'lendários de inseminação', e não cobra nada por isso.

Em uma casa de fazenda no noroeste da Alemanha, aquecida por forno à lenha, o holandês, grande e de óculos – ele admite estar um pouco acima do peso – se dirige ao segundo andar para o quarto do bebê. É a primeira vez que Houben verá sua filha.

Com uma voz mansa, ele conversa com sua filha de seis semanas de idade, e a pequena Madita olha para ele. Ela é, segundo ele, sua 98ª criança.

Houben, que trabalha como guia turístico, é um "doador de esperma por caridade". Ele ajuda casais de lésbicas, mulheres solteiras, e casais heterossexuais com problemas de fertilidade a terem filhos sem nenhum custo.

Em 2002, ele começou a doar esperma para um banco de sêmen.

Mas sua carreira como doador foi interrompida quando a Holanda, como muitos outros países da Europa e o Canadá, proibíram doações anônimas de esperma, e ele passou a oferecer seus serviços de graça pela internet.

'Alguém como Ed'
Ele agora faz doações da "maneira tradicional". Usando o instrumento que Deus lhe deu em vez de uma seringa. "As chances de engravidar são maiores", ele diz.

"As pessoas provavelmente pensam 'ah, ele está tendo relações sexuais sem responsabilidade', mas eu sou, normalmente, o único com quem as pessoas podem falar caso não funcione", ele explica.

Sua motivação, segundo ele, é "a bela esperança de criar uma nova vida que será muito amada e bem cuidada."

A mãe de Madita é Kati, enfermeira de 28 anos, que tem tatuagens do Ursinho Puff, do Tigrão e do Leitão no braço. "Eu sou solteira. Sempre quis ter um filho mas nunca encontrei o homem certo", ela explica. "Então, depois de 6 anos eu comecei a procurar por alguém como o Ed."

Sobre a dificuldade em procurar um homem que ela não conhecia, e ter uma relação sexual com ele para fazer um filho, ela diz: "Nós nos conhecemos antes, então não foi um problema."

Ela optou por poder conhecer pessoalmente o homem que seria o pai de seu filho, em vez de usar uma doação anônima. "Eu quero ser capaz de dar respostas quando ela começa a fazer perguntas", diz ela.

Ela também espera que o pai desempenhe um papel na vida de sua filha. "Eles poderiam se encontrar uma ou duas vezes por ano", ela sugere.

Lista de descendência
De volta ao apartamento onde vive sozinho, em Maastricht, na Holanda, perto da fronteira com a Alemanha, ele me mostra algumas das canecas que os filhos de casais de lésbicas fizeram para ele no jardim de infância como presente para o Dia dos Pais.

Há dezenas de fotos de crianças por todo o apartamento. São tantos que ele comprou um portarretrato digital, onde vemos fotografias de 89 crianças.

Em seu computador, ele mantém uma lista atualizada de seus descendentes para reduzir o risco de eles terem filhos entre si.

"Se, mais tarde, um de meus filhos encontrar alguém que não sabe quem é seu pai biológico, ele pode consultar esta lista", diz ele.

Na lista dos "próximos" a serem inseminados, vemos um casal britânico heterossexual que o procurou depois de muitos anos visitando clínicas nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha.

"Eles ficaram por oito dias e, como posso dizer, ela e eu tivemos relação quatro vezes, e depois de quase 10 anos de tentativas eles tiveram sua primeira gravidez."

"No ano passado eles me visitaram novamente, e agora estão esperando seu segundo filho."

Boa fé
Eu pergunto: não é difícil para os maridos?

"Eu posso imaginar que, se você nunca esteve nesta situação seria difícil", diz ele. "Mas veja o exemplo de um casal da Belarus, que eu ajudei recentemente."

b"Eles dirigiram mais de 1,6 mil km para chegar aqui todo mês, durante três meses. Eles tentavam engravidar há 15 anos em clínicas... Gastaram todas as suas economias... Médicos diziam 'vai dar tudo certo, vai funcionar’ e assim por diante - e nada aconteceu. Normalmente funciona, mas para eles isso não aconteceu."

"Eles vieram aqui três vezes e agora têm um bebê. Eles estão além desse sentimento de 'oh há um estranho dormindo com a minha mulher."

Com mães de seus filhos por toda parte da Holanda e da Europa, como é que Houben se protege contra pedidos de ajuda financeira?

Ele parece incrivelmente relaxado sobre isso. Ele costumava elaborar contratos, mas desde que um advogado lhe disse que isso não garantiria sua proteção, ele agora depende de boa-fé.

Um dia, diz Houben, ele espera encontrar uma mulher com que possa começar uma família.

De volta ao seu 98º filho, sua mãe desembrulha presentes que ele trouxe para elas. Um grande chocolate no formato da letra M para a mãe e um chocalho para a pequena Madita.

E ele vai comemorar quando chegar a 100 filhos?

Ele diz que não costuma beber, para manter a "qualidade". Mas quando chegar ao 100º filho, ele poderia abrir uma exceção.